Por que a fila ao lado anda mais rápido?

No supermercado. No banco. Na farmácia. Na padaria. Você também sente que as pessoas ao lado se dão bem e você fica pra trás?

Nem sempre é a fila que anda mais rápido. Geralmente é a pessoa que tem essa impressão por estar com pressa, estressada ou simplesmente por achar que merece certos privilégios de espaço e tempo. É o que os especialistas chamam de ilusão de foco: a má interpretação de um contexto e o superdimensionamento dos problemas.

José Aparecido da Silva, professor de psicofísica e percepção da USP de Ribeirão Preto, diz que essa é uma questão de inteligência emocional. “O tempo é a única variável igual para todo mundo. Mas uma coisa é o tempo físico e outra, o tempo percebido. Este varia e depende muito do estado emocional de cada pessoa.” Assim, alguém emocionalmente inteligente consegue avaliar corretamente o contexto e sabe que a realidade é igual para todos. “E, já que a fila vai demorar, o melhor a fazer é esperar, sem sofrimento.”

Já o apressadinho, ao olhar para a fila ao lado, terá a sensação de que o movimento é mais acelerado que na sua. Resultado: vai tentar resolver a ansiedade migrando para a faixa vizinha. Isso é ainda mais comum nas grandes cidades, onde todos vivem atrasados. E vale para o trânsito, o supermercado, o banco… “Sempre que houver fila dupla haverá gente com a sensação de que a outra anda mais rápido”, diz Silva. Para Maria Aparecida Junqueiro, doutora na área de percepção e elaboração cognitiva e professora da PUC de São Paulo, “é importante ressaltar que essa burrice emocional costuma ser apenas momentânea”.

COMPARTILHE

COMENTE