Governo apoia criação de curso na Ufes para combate à violência contra a mulher

O PROJETO, chamado EmPenhad@s, prevê a cooperação entre várias secretarias e a Universidade.

 

Um grupo de trabalho conjunto reuniu-se com a vice-governadora, Jaqueline Moraes, na manhã desta terça-feira (14), para discutir a criação de um curso na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) para aperfeiçoamento de formação continuada para multiplicadores no combate à violência contra a mulher. O projeto, chamado EmPenhad@s, prevê a cooperação entre várias secretarias e a Universidade pelo prazo inicial de um ano, podendo ser renovado posteriormente por interesse das partes.

De forma integrada, a formação será direcionada às servidoras, com 360 vagas iniciais em 12 polos de apoio presencial em todo o Estado, distribuídos pelas regiões com as maiores taxas de feminicídio. Na programação há quatro módulos didáticos, com aulas via vídeo, webconferência e oficinas presenciais, no período de 2019/02 a 2020/01.

“O processo está em andamento e já reflete os resultados do Planejamento Estratégico do Governo quando o Agenda Mulher se firmou como um Programa dentro das políticas públicas de empoderamento das mulheres via o empreendedorismo. Este curso de aperfeiçoamento terá uma formação continuada para alcançar multiplicadores, que devem atuar de forma humanizada no combate à violência contra a mulher no Espírito Santo”, explica a vice-governadora.

Ao defender o projeto, a vice-reitora da Ufes, Ethel Maciel, ressaltou que “o curso de especialização se completa como interface do Programa Agenda Mulher da vice-governadoria. O trabalho a fazer é grande, mas espero que, no futuro, as mulheres não precisem mais deste tipo de programa”, ressaltou.

Participação

O projeto foi desenvolvido pela professora de Filosofia da Ufes, Cláudia Murta, e participaram desta primeira reunião de trabalho na vice-governadoria: Maraney Araujo e José Valdecir, assessores da vice-governadoria; a diretora-presidente, Nelci do Belém, a diretora técnica Maria do Socorro Marques, o gerente de desenvolvimento Marcos Américo Boas e os assessores Zilmara Graça e Rodrigo Cristello, da Esesp; a gerente de políticas para mulheres da SEDH, Alcenir Rocha; a major Emília Alves, da Polícia Militar; a subsecretária de planejamento e projetos Joseane Zogabi e a gestora de programas e projetos Ana Lúcia Panssini; a delegada Cláudia Dematté da Polícia Civil; o assessor da Aderes, Claudima Silva; a assessora da Sedes, Cintia Dias; a vice-reitora Ethel Maciel, o diretor Renato Neto, a professora Cláudia Murta e a assessora Débora Nocar, da Ufes; a educadora da Uerj, Karina Caetano; a coordenadora de projetos da Seag, Patrícia Ferraz Nascimento; a diretora-presidente do Procon-ES, Lana Lages; a assessora da Sesp, Ana Tinoco; a psicóloga, referência técnica em violência da Sesa, Jacqueline Silvestri; e a especialista em políticas públicas e gestão governamental do Lab.gov da Seger, Nara Calimam.

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here