Coluna exclusiva do Jornal Correio9 – Rugido (02/12/2017)

Por Billy Baldo – billybaldo@correio9.com.br


A nossa bela de hoje vem da cidade de Ecoporanga. Rafaela Guimarães Morozeski, de 18 anos, é estudante de Administração e adora realizar trabalho voluntário.

Tomou!
O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, usou as redes sociais para parabenizar o Grêmio pela conquista da Taça Libertadores. Até aí tudo bem, mas o melhor foi a resposta: “Gilmar, não se preocupe, o título de libertadores ninguém consegue tirar do STF”. Tomou papudo!

Haja Paciência!
Uma pesquisa recente constatou que 73% dos brasileiros alfabetizados não entendem o que leem. E nesse grupo se encontram pessoas com diploma de nível superior. Do restante, 18% entendem razoavelmente e, apenas, 9% compreendem o que lê. O pior é que estas pessoas, que não entendem o que leem, reproduzem suas opiniões, carregadas de convicções.

A Coisa Fedeu!
Um gambá que passeava no muro do estacionamento da Câmara de Nova Venécia logo após a votação, resume bem o que aconteceu (?) na sessão desta semana. O relatório da corregedora, vereadora Gleyciaria Bergamim (DEM), sobre a denúncia contra o vereador Biel da Farmácia (PV) não deixou, absolutamente nenhuma dúvida sobre o trabalho da Corregedoria. Só restava ser aprovado. O placar foi de 9 a 2. Todos os parlamentares que utilizaram a Tribuna elogiaram o trabalho realizado pela corregedora.

Acusação
Biel afirmou que a denúncia, contra ele, é fruto de quem quer fazer carreira política. O que isso quer dizer? Primeiro é preciso enxergar o contexto deste desenrolo, que colocou muita gente em “xeque”. Na prática o que se observa é uma pajelança em relação às eleições para deputado em 2018. Tem muito candidato para pouco eleitor.

Deste Modo
Biel parece ter insinuado que alguém estaria se dedicando a sabotar a sua candidatura. Se for, realmente, isto ficará difícil de saber de onde teria surgido a denúncia anônima. Além do mais, a atual legislatura tem, apenas, onze meses, está jovem demais e pensa que é adulta.

Sem Ataques
A discussão sobre o Relatório foi respeitosa como, raramente, se vê. Alguns vereadores disseram que não acreditam na sustentabilidade da denúncia, mas, votaram pela abertura da Comissão Processante e justificaram suas posturas.

Por que votaram?
Se não acreditam, porque votaram pela continuidade do processo? Parece contraditório, mas não é. O Relatório da Corregedoria deixa bem claro que a investigação inicial é inconclusiva e os vereadores não querem arcar com o ônus por não terem ido até o fim. Eles condenam denúncias anônimas, mas disseram que “quem não deve não teme”.

Contradição
Teve sim, uma contradição. Na Tribuna, o vereador Juarez Oliosi defendeu Biel, chegando a declarar que “denúncia anônima, para mim, não tem valor”. No entanto, ele votou pela continuidade do processo.

A Vítima
Na propaganda eleitoral exibida na TV na noite da última terça-feira, o PMDB defendeu o presidente Michel Temer afirmando que as denúncias contra ele fazem parte de uma trama que resulta em entraves para a economia e a estabilidade do Brasil. Foram dez minutos com seis políticos se apresentando arautos da verdade. Três deles, incluindo o próprio Temer, são alvos de inquéritos no STF.

Faz Sentido
Temer têm três inquéritos surgidos a partir da delação de executivos da JBS, sendo que dois estão paralisados porque a Câmara não deu autorização para o prosseguimento da denúncia. Mas, para isso foram torrados R$ 32 bilhões na compra de votos no Congresso. Mas, na hora de falar que precisa enxugar gastos, é da Previdência que ele quer tirar.

E Ele Tem Honra?
“Ter a honra atacada dói. Dói bastante. Mas não se compara com a dor do desemprego, da sobrevivência, da injustiça social. A injustiça social dói em tudo. Dói na saúde, na educação, na falta de oportunidades. Dói agora, e dói depois. As mudanças que estamos fazendo têm um único objetivo: diminuir a desigualdade para acabar com essa dor. E vamos seguir em frente, com muita convicção, porque agora é avançar — disse Temer durante o programa.

O Campeão
O primeiro a aparecer no programa também é um dos mais investigados no STF. São 15 inquéritos em que o nome do senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo no Senado, aparece. Boa parte tem origem na Operação Lava-Jato. O senador nega tudo e jura que é santo, mesmo depois de ter sido flagrado na conversa do “acordão”.

Cuidado
O projeto de concessão de abono salarial aos servidores da Câmara de Nova Venécia deu o que falar esta semana. O motivo foi uma enquete feita, nas redes sociais, pelo Grupo de Inteligência Municipal, GIM. A pergunta é: “Você é a favor desta despesa?”. O GIM afirma que os vereadores, também, receberiam o abono, o que não é verdade.

Defesa
Os vereadores têm defendido o abono. Nas redes sociais, muitos dos que opinaram defendem que todos os trabalhadores gostariam de ter um abono, mas paradoxalmente, são contrários ao bônus aos servidores legislativos. Até a tarde de ontem, 194 pessoas já haviam votado, sendo 10% a favor e 90% contra. O que dá a entender é que eles defenderiam se fossem beneficiados. Mas, não aceitam o benefício para os outros.

O Princípio
Vivemos em uma sociedade capitalista. Descobrimos isso há trezentos anos e, como diria Adam Smith, o pai do capitalismo: “O egoísmo é o maior sentimento humano”.

COMPARTILHE

COMENTE