77% dos deputados estaduais capixabas ignoram e-mails dos eleitores, apura o Correio9

Kim Campos (Correio9)


SEDE do Poder Legislativo do Espírito Santo, situada na Enseada do Suá, em Vitória.

Uma sondagem feita pelo Correio9 constatou que, a maioria dos deputados estaduais do Espírito Santo, ignora os eleitores quando o assunto é contato via internet. Para chegar a essa conclusão, a reportagem do jornal enviou um e-mail para cada um dos 30 deputados estaduais capixabas pedindo informações sobre o trabalho deles na internet.

Das três dezenas de parlamentares, através de suas assessorias, apenas Enivaldo dos Anjos, Hudson Leal, Rodrigo Coelho, Bruno Lamas, Marcos Bruno, Eliana Dadalto e Sérgio Majeski responderam ao questionamento, o que representa 23,3% do total.

Entre os sete parlamentares que responderam, em sua maioria, ofereceram links de internet para checar os trabalhos desenvolvidos na Assembleia Legislativa, sendo que dois deles optaram por enviar revista ou relatório já consolidado.

O e-mail foi enviado pela redação no dia 06 de abril de 2018, sendo que os sete deputados, ao menos preocupados em dar uma mínima satisfação ao questionário, responderam em menos de uma semana.

Ignoram o e-mail nada menos do que 77% dos deputados. São eles: Almir Vieira, Amaro Neto, Da Vitória, Dary Pagung, Doutor Hércules, Érick Musso, Esmael, Euclério Sampaio, Freitas, Gildevan Fernandes, Gilsinho Lopes, Jamir Malini, Janete de Sá, Nunes, José Esmeraldo, Luzia Toledo, Marcelo Santos, Marcos Mansur, Padre Honório, Doutor Rafael Favatto, Raquel Lessa, Sandro Locutor e Teodorico Ferraço.

Espanta que dos 77% que não responderam ao e-mail, 100% deles têm suas bases no Norte/Noroeste do Estado, sede da redação do jornal que promoveu a enquete, o que demonstra que os parlamentares não se preocupam em dar satisfação à maioria que os elegeu. São eles, Freitas (base em São Mateus e Nova Venécia); Gildevan Fernandes (base em Pinheiros); Padre Honório (base com escritório em Nova Venécia) e Raquel Lessa (base em São Gabriel da Palha e Nova Venécia).

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.