Reintegração de posse da Fazenda Neblina, no interior de Nova Venécia, será na terça-feira (23)

LOCALIZADO a pouco mais de onze quilômetros do Centro de Nova Venécia, o acampamento Ondina Dias ocupa a Fazenda Neblina.

A DESOCUPAÇÃO da área está prevista para ocorrer às 8 horas.

 

Depois de um ano e cinco meses, a Justiça expediu novo Mandado de Reintegração de Posse da Fazenda Neblina, no interior de Nova Venécia, onde está instalado o acampamento Ondina Dias. A desocupação da área está prevista para ocorrer às 8h da próxima terça-feira (23). Nesta semana, aconteceu uma reunião para preparação da retirada das 70 famílias acampadas.

A reunião preparatória aconteceu no auditório do 2º Batalhão da Polícia Militar de Nova Venécia, com a participação de representantes do Gabinete do Prefeito de Nova Venécia; da Procuradoria Geral do Município; Conselho Tutelar; Secretarias municipais de Agricultura, de Meio Ambiente, de Defesa Social, de Saúde e de Obras, de Planejamento, e da Diretoria de Direitos Humanos da Polícia Militar. Ao final ficaram acertados os detalhes da operação.

A reunião objetivou diminuir os traumas da transferência e evitar conflitos entre a polícia e os acampados. Mas, o destino das famílias ficou indefinido. A Prefeitura ofereceu o espaço e as instalações da Escola Pequeno Mundo (que está desativada) ou o Ginásio de Esportes.
Para a desocupação, uma grande operação está sendo montada. A Secretaria de Ação Social se comprometeu a enviar uma equipe para acompanhar. A Secretaria de Saúde vai designar uma ambulância para atendimentos decorrentes da operação. O Conselho Tutelar só vai atuar em caso de “necessidade”.

Nos dois dias antecedentes à operação, serão disponibilizados caminhões para transporte dos pertences daqueles que quiserem deixar o espaço voluntariamente. Para a reintegração, na terça-feira, serão disponibilizados 3 caminhões, 3 caçambas, uma pá carregadeira, uma retroescavadeira e pelo menos 35 trabalhadores braçais; sem contar agentes policiais e equipes das secretarias municipais de Nova Venécia.

O promotor público, Lélio Marcarini, observou que o município deverá disponibilizar local adequado para depósito dos bens materiais pertencentes aos acampados, bem como, local para abrigo e acomodação das pessoas que não tiverem locais para residirem ou se alojarem.

A Prefeitura indicou o Ginásio de Esportes e a Escola Pequeno Mundo para o alojamento. Os acampados disseram, à reportagem do Correio9, que não conhecem a área da Escola, mas que seria possível criar um ‘quintal produtivo’, para cultivar alimentos. “O que todos desejam é uma área para produzir seu sustento e comercializar o excesso nas feiras locais”, disse um dos líderes do acampamento, que concluiu: “Não vamos nos amontoar no ginásio, ginásio é para sem-teto, nós somos trabalhadores; fora de cogitação”.

Quatro perguntas estão sendo feitas pelos acampados: 1) Onde ficarão provisoriamente? 2) Quanto tempo ficarão? 3) Como vão se manter? 4) Para onde vão definitivamente?

ENTENDA

Localizado a pouco mais de onze quilômetros do Centro de Nova Venécia, o acampamento Ondina Dias ocupa a Fazenda Neblina.

A Fazenda possui quase seis mil hectares e está ocupada há mais de dois anos. Cerca de 72 famílias, com aproximadamente 170 pessoas, do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, habitam o local. Elas estão lá há nove meses, depois de se mudarem três vezes para dentro da mesma fazenda.

 

MATÉRIA EDITADA

Por um equívoco da redação, foi divulgado anteriormente que a desocupação ocorreria na terça-feira (16); porém, o correto, é na terça-feira (23).

 

MEMÓRIA

Em julho de 2018 o Jornal Correio9 produziu uma reportagem especial sobre o Acampamento Ondina Dias, mostrando como é a vida de quem vive no local. Veja a matéria na íntegra no link abaixo:

Debaixo da lona: o Jornal Correio9 mostra a resistência e a luta pela terra

1 COMENTÁRIO

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here