Paulo Hartung recebe capixaba candidato a vaga no Parlamento italiano

THIAGO Vicente Roldi durante encontro com o governador no Salão Nobre do Palácio Anchieta.

O governador Paulo Hartung recebeu, na tarde desta quarta-feira (07), uma visita do empresário de Santa Teresa e candidato a uma vaga no Parlamento da Itália, Thiago Vicente Roldi. O encontro foi realizado no Salão Nobre, no Palácio Anchieta, no Centro de Vitória. A principal proposta do capixaba está relacionada aos processos de cidadania italiana e aproximação diplomática entre as autoridades italianas e brasileiras, em especial as capixabas.

O candidato defende maior autonomia prática ao Espírito Santo em relação à cidadania italiana e emissão de passaportes. Em 2015, Thiago Roldi já havia anunciado a candidatura a uma vaga na Câmara de Deputados, mas a eleição não aconteceu.

O empresário explicou que o Brasil dispõe de três vagas no Parlamento da Itália que, atualmente, são ocupadas por dois paulistas e uma paranaense. “Segundo pesquisamos, no Espírito Santo e entorno há a maior presença de italianos no Brasil. Estamos trabalhando neste sentido”, comentou o empresário. Aproveitando a fala, o governador completou. “É uma oportunidade de avançarmos, ainda mais, na diplomacia e parcerias sobre temas comuns”.

Eleições italianas

O voto no exterior é um direito dos italianos nascidos ou não na Itália, que tenham 18 anos completos. Os cidadãos que residirem fora do território italiano e que estiverem inscritos ao Cadastro dos Italianos Residentes no Exterior (Aire) podem exercer o direito ao voto e eleger um representante para a Câmara dos Deputados e para o Senado. Nos termos da Lei 4592001, conhecida como Lei Tremaglia, e do Regulamento de Execução DPR 1042003, todo cidadão italiano que residir no exterior pode eleger seus representantes.

O número de deputados e senadores eleitos para cada uma das repartições é proporcional à quantidade de italianos residentes. São quatro repartições Europa e territórios asiáticos da Federação da Rússia e Turquia; América Meridional; América Setentrional e Central; África, Ásia, Oceania e Antártica. São eleitos 18 parlamentares, sendo 12 deputados e seis senadores. Para a América do Sul, são quatro deputados e dois senadores.

COMPARTILHE

COMENTE