Nova Venécia representada na segunda fase do Programa Sinapse da Inovação no Espírito Santo

OS EMPREENDEDORES da TV MEGA ZOOM, Samuel Gomes, Dani Lima, Gláucio Saraiva e Ricardo Carvalho.

 

Em maio deste ano, o projeto Sinapse da Inovação abriu as inscrições para ideias inovadoras para que potenciais empreendedores cadastrassem suas ideias. Ao todo, 1.217 conceitos foram submetidos a análise por meio de uma plataforma on-line. Após analisadas todas as ideias, apenas 300 foram selecionadas para a segunda fase. Entre elas, três originadas de empreendedores de Nova Venécia.

 

O Coordenador Institucional do Sinapse, professor Antônio Rogério de Souza, conduziu uma palestra, nesta quinta-feira (31), no auditório do Cineteatro da Universidade de Vila Velha para os responsáveis pelas ideias. “É o momento para os empreendedores tirarem suas dúvidas, esclarecerem sobre a plataforma on-line para cadastro do plano de negócio da segunda fase do projeto, para que possam vender a ideia para os avaliadores, e quem sabe, atrair potencias clientes e investidores para seu negócio”, disse.

 

As ideias venecianas que passaram para a segunda fase são: “Aquecedor de pratos para restaurante”, “RPPN Coletiva – Matas” e “TV MEGA ZOOM – Conectando Pessoas aos Melhores Eventos”. As ideias podem ser conferidas no site es1.sinapsedainovacao.com.br.

 

Para o empreendedor veneciano, Ricardo Carvalho, membro e sócio da empresa TV MEGA ZOOM, o projeto Sinapse da Inovação é uma grande oportunidade para aprender a criar um plano de negócio e alavancar ainda mais o projeto. “Esperamos que nossa ideia seja uma das 40 selecionadas na fase final. Acreditamos no nosso negócio que já existe nas redes sociais desde dezembro de 2015, fazendo cobertura de eventos em Nova Venécia e hoje atuando em todo norte e noroeste do estado, sul da Bahia e nordeste de Minas Gerais”, disse.

 

Ricardo ainda frisou o objetivo principal da ideia inovadora: “buscamos aproximar ainda mais as pessoas nos melhores eventos, por meio de vídeos criativos e com o trabalho dos nossos repórteres, evidenciando até mesmo o turismo das cidades, fomentando o comércio e o setor de hotelaria, bares e restaurantes, utilizando uma linguagem acessível pelas redes sociais, Youtube, Instagram e Facebook ”, concluiu.

 

O Programa Sinapse da Inovação atualmente é desenvolvido nos estados do Amazonas, Santa Catarina e Espírito Santo. Em terras capixabas, está sendo desenvolvido por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), em parceria com a Fundação Certi.

 

O Programa
O Programa Sinapse de Inovação foi idealizado para ser implementado periodicamente, por meio de operações de mobilização, no intuito de transformar e aplicar as boas ideias geradas em teses, dissertações, trabalhos científicos e tecnológicos e outros, desenvolvidos por estudantes, pesquisadores e outros profissionais dos diferentes setores do conhecimento e econômicos, em negócios de sucesso.

 

O Programa Sinapse de Inovação acontece inicialmente em um ambiente virtual, onde o empreendedor cadastra a sua ideia, preenchendo um formulário disponível no site www.sinapsedainovacao.com.br. As ideias podem ser cadastradas a qualquer tempo e ficam disponíveis no ambiente onde podem receber a interação de outros participantes e instituições.

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.