“Nome sujo” atinge 40,5% dos brasileiros

Quase metade da população brasileira está enfrentando problemas com contas em atraso. De acordo com dados do indicador do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, CNDL, 40,5% dos brasileiros com idade entre 18 e 95 anos, estão com contas atrasadas.

Em números absolutos, estima-se que o Brasil tenha 61,7 milhões de pessoas com alguma conta em atraso e com o CPF impedido de contratar crédito ou fazer compras a prazo.
Segundo o indicador, no mês de fevereiro foi registrado um aumento de 2,71% no volume de inadimplentes em comparação ao mesmo mês do ano passado. Em relação a janeiro, o aumento foi de 0,55%.

A faixa etária com o maior número de negativados em fevereiro é a de 30 a 39 anos, o que representa 51% da população dessa idade. Daqueles que têm entre 40 e 49 anos, 49% estão com o nome sujo e, entre 25 e 29, esse percentual chega a 46%. Entre os mais jovens, com idade de 18 a 24 anos, a proporção cai para 20%. Na população idosa, considerando-se a faixa etária de 65 a 84 anos, a proporção é de 31%.

A região Sudeste é onde está concentrada a maior quantidade de consumidores com contas em atraso. São 26,7 milhões, que correspondem a 33,22% da população regional. A segunda região com maior número absoluto de devedores é o Nordeste, com 16,49 milhões de negativados, ou 41% da população. Em seguida, aparece o Sul, com 8,10 milhões de inadimplentes, ou 36% da população adulta.

O indicador mostra, também, que o volume de dívidas em nome de pessoas físicas caiu 1,2% na comparação anual e 0,40% na comparação mensal. Na análise setorial, a maior alta nas dívidas abertas foi na área de comunicação, com variação de 10,20%, seguido pelos bancos, que teve avanço de 2,31%.

Por outro lado, os setores de água, luz e o de comércio registraram queda de 4,25% e 6,78%, respectivamente. Em termos de participação, os bancos concentram a maior parte do total de dívidas (50%). Em seguida, aparecem o comércio (18%); o setor de comunicação (14%); e de água e luz (8%).

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.