I Conferência Municipal da Agenda 2030 da ONU acontece em Nova Venécia

O IDEALIZADOR do projeto, professor Wemerson Nogueira, agradeceu a participação dos palestrantes e de todos os parceiros da conferência.

Nova Venécia foi o primeiro município do Estado do Espirito Santo escolhido para realização a I Conferência Municipal: Conhecendo os Desafios da Agenda 2030. O evento é uma iniciativa do IDEGES – Instituto de Desenvolvimento Sustentável, Gestão, Educação e Saúde da Faculdade Multivix, que tem como objetivo disseminar o conhecimento para sociedade capixaba em especial alunos, jovens, universitários, poder público, empresários, professores e gestores para que todos possam conhecer quais são os Desafios da Agenda 2030 da ONU e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

A largada do projeto no Espírito Santo iniciou em Nova Venécia nesta quinta-feira, (09), no Cerimonial D’Venézia e contou com a presença de 300 participantes inscritos.

Para o evento, que estava programado com a realização de dois painéis, sendo o primeiro painel com a realização de palestras abordando temas voltados para questões de cidadania social, convívio familiar, respeito, educação e desenvolvimento das políticas públicas de assistência social. Teve a presença dos palestrantes Fabiano Contarato, delegado da Polícia Civil do Estado do Espírito Santo, Elcimara Loureiro, psicanalista e terapeuta familiar, ambos da cidade de Vitória e Serra. Além deles, teve também a participação do idealizador do projeto, em parceria com a ONU, o jovem professor Wemerson Nogueira, conhecido como “Professor Nota 10”, depois de vencer o maior prêmio da educação brasileira: ‘Educador Nota 10’ e se tornar o primeiro brasileiro indicado ao Global Teacher Prize, considerado o Prêmio Nobel da Educação, que aconteceu em Dubai, sendo eleito um dos 10 melhores do mundo.

Em entrevista ao Correio9, Wemerson disse que o principal objetivo de trazer um evento como este para Nova Venécia foi justamente porque se preocupa com o desenvolvimento social, educacional e sustentável da cidade, além disso, é uma forma de retribuir a todos os venecianos, em especial aos seus ex-alunos, o carinho e a confiança que lhe deram enquanto desenvolvia o projeto do Rio Doce.

“Nos últimos três anos da minha vida eu me dediquei a projetos sociais nas escolas públicas da minha cidade para transformar a realidade de crianças, adolescentes que estavam descrentes da educação. Meus ex-alunos achavam que não era possível aprender de uma forma diferente, porém, após desenvolver o projeto Filtrando as Lagrimas do Rio Doce, nós juntos provamos que não é preciso ter dinheiro para fazer acontecer, só basta que apenas acreditem que é possível mudar e confiar para a mudança acontecer. Dessa forma, conseguimos mostrar para o Brasil e para o mundo que queríamos fazer a diferença, desejávamos ser verdadeiros cidadãos globais capazes de construir um mundo mais justo, pacífico e sustentável”.

“Eu sempre dediquei o sucesso profissional na minha vida aos meus alunos, pois eles são para mim os protagonistas mais importantes dessa construção desse leque de oportunidades. Ser professor de escola pública nesse país não é fácil, eu sei o quanto meus colegas de sala de aula sofrem todos os dias para realizar em uma aula diferente, sei bem o que é isso porque o período que estive na educação, a única esperança que eu tinha era a confiança dos meus alunos; se não fossem eles eu não seria uma pessoa iluminada para ter ideias e desenvolver projetos sociais sem custo financeiro apenas com o desejo de mudança”.

A diretora acadêmica da Faculdade Multivix de Nova Venécia, Sandrélia Cerutti Carminati disse que a cidade de Nova Venécia foi escolhida pelo IDEGES para a realização deste evento por ter sido um pedido especial do Professor Nota 10. “A Multivix é uma instituição que se preocupa com o desenvolvimento sustentável e social dos jovens, pois eles são a futura geração. Quando foi apresentada a proposta da realização desta conferência, eu decidi dar início na cidade de Nova Venécia, pois aqui estão nossas origens. Foi onde tudo começou em minha vida, mais que justo atender esse pedido e apoiar o projeto em parceria com o IDEGES”, disse Wemerson.

O evento contou com o apoio de parceiros e patrocinadores como por exemplo: imprensa, Tia Liliam, Dj Luciano Roque, Secretaria de Meio Ambiente, Secretaria de Educação, Superintendência Regional de Educação, Cerimonial D’Venzia, entre outros.

Tudo foi muito bem organizado pela equipe de funcionários da Multivix, para receber os 300 participantes da cidade de Nova Venécia, sendo eles: Alunos da EJA, IFES, Maria Dalva Gama Bernabé, Uniube, Multivix, ETEC, Professores, Diretores, Autoridades Públicas e Sociedade Civil.

O evento também contou com a presença dos professores Rodrigo Fantini (Escola Estadual José Zamprogno), Ediu Carlos Lopes Lemos (IFES – Campus Nova Venécia), Penha Cimadon (Escola Estadual Maria Dalva), na qual todos apresentaram junto com o secretário Municipal de Meio Ambiente, Pedro Gonçalves, experiências de prática pedagógica que estão sendo desenvolvidas nas suas escolas.

“Para o secretário Municipal de Meio Ambiente ver um projeto da ONU acontecendo na cidade de Nova Venécia como foi a apresentação da Agenda 2030 através da conferência municipal é um orgulho, pois isso comprova que de fato estamos nos preocupando com as questões sócio ambientais do futuro da nossas crianças e jovens e com certeza a partir de agora a sociedade veneciana, em especial, a juventude, estará se aprofundando nesse tema para juntos construirmos um mundo melhor, disse Wemerson.

O que é Agenda 2030?

Em setembro de 2015, líderes mundiais reuniram-se na sede da ONU, em Nova York, e decidiram um plano de ação para erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir que as pessoas alcancem a paz e a prosperidade: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, a qual contém o conjunto de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Esta Agenda é um plano de ação que busca fortalecer a paz universal com mais liberdade. Reconhecemos que a erradicação da pobreza em todas as suas formas e dimensões, incluindo a pobreza extrema, é o maior desafio global e um requisito indispensável para o desenvolvimento sustentável.

Todos os países e todas as partes interessadas, atuando em parceria colaborativa, implementarão este plano. Estamos decididos a libertar a raça humana da tirania da pobreza e da penúria e a curar e proteger o nosso planeta. Para que isso aconteça precisamos despertar nos jovens, alunos, universitários e sociedade civil de modo geral, medidas ousadas e transformadoras que são urgentemente necessárias para direcionar o mundo para um caminho sustentável e resiliente. Ao embarcarmos nesta jornada coletiva, comprometemo-nos que ninguém seja deixado para trás.

Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e 169 metas demonstram a escala e a ambição desta nova Agenda universal. Eles se constroem sobre o legado dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e concluirão o que estes não conseguiram alcançar. Eles buscam concretizar os direitos humanos de todos e alcançar a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres e meninas. Eles são integrados e indivisíveis, e equilibram as três dimensões do desenvolvimento sustentável: a econômica, a social e a ambiental.

Este seminário tem como objetivo focal despertar a conscientização humana em nossos jovens alunos, universitários, sociedade civil e autoridades do poder público o único e mais importante desejo para se tornarem verdadeiros Cidadãos Globais, na qual independente de pertencer a uma raça, etnia, tribo ou religião sempre estarão prontos para servir a humanidade com mais empatia e respeito ao próximo, construindo um mundo mais justo, pacifico e sustentável. Os Objetivos e metas estimularão a ação para os próximos 15 anos em áreas de importância crucial para a humanidade e para o planeta.

 

Pessoas

Estamos determinados a acabar com a pobreza e a fome, em todas as suas formas e dimensões, e garantir que todos os seres humanos possam realizar o seu potencial em dignidade e igualdade, em um ambiente saudável.

 

Planeta

Estamos determinados a proteger o planeta da degradação, sobretudo por meio do consumo e da produção sustentáveis, da gestão sustentável dos seus recursos naturais e tomando medidas urgentes sobre a mudança climática, para que ele possa suportar as necessidades das gerações presentes e futuras.

 

Prosperidade

Estamos determinados a assegurar que todos os seres humanos possam desfrutar de uma vida próspera e de plena realização pessoal, e que o progresso econômico, social e tecnológico ocorra em harmonia com a natureza.

 

Paz

Estamos determinados a promover sociedades pacíficas, justas e inclusivas que estão livres do medo e da violência. Não pode haver desenvolvimento sustentável sem paz e não há paz sem desenvolvimento sustentável.

 

Parceria

Estamos determinados a mobilizar os meios necessários para implementar esta Agenda por meio de uma Parceria Global para o Desenvolvimento Sustentável revitalizada, com base num espírito de solidariedade global reforçada, concentrada em especial nas necessidades dos mais pobres e mais vulneráveis e com a participação de todos os países, todas as partes interessadas e todas as pessoas.

Os vínculos e a natureza integrada dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são de importância crucial para assegurar que o propósito da nova Agenda seja realizado. Se realizarmos as nossas ambições em toda a extensão da Agenda, a vida de todos será profundamente melhorada e nosso mundo será transformado para melhor.

 

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.