Fórum Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres faz uma reflexão sobre os 12 anos da Lei Maria da Penha

Nesta quinta, 09, haverá uma nova rodada de palestras.

NESTA quinta, 09, haverá uma nova rodada de palestras.

O auditório da Câmara Municipal de Nova Venécia ficou lotado no primeiro dia de palestras do I Fórum Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres. O tema central discutido na quarta-feira, 08, foi a Lei Maria da Penha, que completa 12 anos neste mês.

A vereadora Gleyciaria Bergamim (DEM) abriu o evento, que contou com a presença de várias autoridades: o secretário de saúde de Nova Venécia, André Fagundes, Irene Pianissola, autora do livro “Muito Além da Ataxia”, os promotores Lélio Marcarini e Leonardo Andrade, Helena Soares Pacheco, subsecretária de Direitos Humanos do Governo do Estado, Penha Cimadon, diretora da Escola Estadual Maria Dalva Gama Bernabé, Gabriela Zaché, delegada de defesa da Mulher de Nova Venécia, Leonardo Oggioni, secretário de Direitos Humanos do Governo do Estado e Natache Fiel, psicanalista e master coach.

A vereadora Gleyciaria Bergamim destacou que o debate sobre a violência contra a mulher é muito importante na sociedade atual, marcada pelo machismo e a intolerância: “São inúmeros os casos de violência contra a mulher, inclusive em Nova Venécia. Só vamos mudar essa realidade quando não a colocarmos mais debaixo do tapete. Sabemos como a violência contra a mulher tem sido freqüente Queremos igualdade de gênero, e acima de tudo, respeito pela dignidade e a vida das mulheres. Este evento foi construído por várias mãos, com o apoio do Hospital São Marcos, promotoria, estudantes, professores e autoridades do Poder Executivo Estadual.”

A delegada Gabriela Zaché foi a primeira palestrante do fórum. Com o tema “A Proteção à Mulher na Prevenção do Feminicídio e Violência Doméstica e a aplicação da Lei Maria da Penha foram os pontos centrais da palestra: “A Lei Maria da Penha busca uma mudança social, antes da lei o homem pagava uma cesta básica e ficava livre. A partir da lei, o homem vai para a cadeia.”

Com o tema “Direitos Humanos – Lei Maria da Penha”, o secretário de Direitos Humanos do Estado, Leonardo Oggioni, classificou os tipos de violência praticados contra a mulher: psicológica, física, patrimonial e sexual. O secretário também apontou um aumento da violência doméstica: “Após 12 anos da Lei Maria da Penha, contabilizamos um aumento de 12%, ou seja, mesmo com a lei mais endurecida, a violência contra a mulher cresceu na última década. E parte disso só a sociedade poderá resolver. Em briga de marido e mulher se mete a colher sim, não se omita ao ver uma mulher sendo agredida. A omissão é o pior dos atos.”

A psicanalista Natache Fiel finalizou a noite de debates com o tema “Rompendo o Ciclo da Violência Contra a Mulher”. Natache enfatizou que o nível de tolerância à violência contra a mulher é muito alto em nossa sociedade: “Como psicanalista, atendo muitos casos de mulheres vítimas de violência doméstica. As estatísticas apontam que uma em cada cinco mulheres já sofreu violência doméstica. O ciclo comportamental desse homem que se acha dono da mulher é facilmente identificável: a relação começa com a “lua de mel”, depois a intensificação de tensão, sobrevém então a fase da explosão, e em seguida, a reconciliação, e assim, recomeça o ciclo. A causa principal, que não é novidade para ninguém, é o machismo.”

Nesta quinta-feira, 09, a partir das 18 horas, será realizado o segundo dia de palestras do I Fórum de Políticas Públicas para as Mulheres. Confira a programação:

 

 “As Consequências Psicossociais da Violência Contra a Mulher”

18 horas: Recepção.

18h30: Composição da mesa. Abertura oficial: Gleyciaria Bergamim – vereadora e corregedora da Câmara Municipal de Nova Venécia. Pronunciamento dos componentes da mesa.

19h: “As Defesas Psicológicas da Mulher que sofre Violência”, com Dra. Elsemara Silveira Alípio Costa, psicóloga, pós-graduada em Saúde da Família e Informática na Educação, professora de psicologia e psicóloga da Faculdade Multivix de Nova Venécia, atua no Núcleo de Apoio a Saúde da Família da Secretaria Municipal de Nova Venécia (NASF).

19h40: Coffee Break.

20h“Violência contra a Mulher: Autoestima x Superação”, com Herileny T. Pratte do Nascimento Borges, Graduada em Serviço Social, Pós-Graduada em: Gestão em Saúde Pública, Gestão em Saúde Mental, Atenção Primária à Saúde, Serviço Social e Família. Certificada em: Educadora Social em Projetos Socioeducativos, Gestão Pública e Política, Terapia Comportamental, Psicologia do Desenvolvimento, Gestão em Programas e Projetos Sociais, Planejamento de Projetos Sociais e Fundamentos da Gestão, Organização da Atenção Primária à Saúde, Identificação de Pedofilia.

20h40: “Transtorno do Estresse Pós-Traumático”: com Malcelo Dalcol, psicólogo, CRP 165248, Clínica São Camilo Saúde Mental/Hospital São Marcos.

21h30: Encerramento.

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.