É possível ganhar massa muscular sem a ajuda de suplementos artificiais?

 

A maioria dos frequentadores de academia quer emagrecer e ganhar massa muscular. Para algumas pessoas, aumentar a massa magra não é tarefa fácil, variando muito do biotipo e rotina de vida das pessoas.

O educador físico Éramis Batistute, da academia Cete, ressalta que tão importante como o desempenho nos treinos, é a conduta no pós-treino. Alimentação balanceada é essencial para garantir o crescimento da massa magra, dormir bem e em quantidades recomendadas pelos médicos também, e até o stress, o vilão da era moderna, pode interferir no ganho de massa muscular do praticante. “É preciso ter uma rotina pós-academia que garanta os resultados que o praticante de musculação espera”, afirmou Éramis.

Para conseguir bons resultados na academia, é fundamental cuidar da alimentação. Muitas pessoas recorrem aos suplementos artificiais com esse intuito, mas, de acordo com a nutricionista Jovanka Rolim Cardoso, uma alimentação balanceada é capaz de fornecer excelentes resultados. “Muita gente hoje vive uma verdadeira ‘carbofobia’, o medo de comer carboidratos, mas eles são essenciais nas dietas, que deve incluir também alimentos ricos em proteínas e lipídeos. Essa necessidade vai variar de acordo com a rotina de treinos do indivíduo e seus objetivos.

 A nutricionista também afirma que o uso de suplementos não pode substituir a qualidade da alimentação: “Entre os inúmeros suplementos poucos são aqueles que existem comprovação científica de eficácia. E precisamos entender que o uso de suplementos pode ser feito não como substituto à refeição, mas sim em casos onde o alimento naquele momento se torna difícil de consumir.

Seguem algumas dicas para quem quer ganhar massa sem recorrer a suplementos artificiais:

1 – Consuma peixes de águas profundas ricos em ômega 3, como o salmão e a sardinha norueguesa;

2 – Coma proteínas de alto valor biológico e fácil digestão após o treinamento, como leite e ovos cozidos;

3- A carne de porco magra também é uma excelente fonte de proteína;

4- Alterne entre fontes de carboidratos durante as refeições ao longo do dia;

5 – Opte por proteínas de digestão mais difíceis e lentas antes de dormir, como ovos ou carne vermelha.

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here