Coluna exclusiva do Jornal Correio9 – Sangria (27/12/2017)

Segurança
Desde ontem, terça-feira, 26, 2.300 policiais atuam diariamente para tentar garantir a segurança dos capixabas, dentro das ações do Plano de Verão. A operação segue até o dia 18 de fevereiro.

Mais
Além do policiamento com maior número em seu contingente, haverá ainda ações educativas, entre hoje, quarta-feira, 27 e 14 de janeiro, sobretudo nos shows que acontecerão neste início de verão.

Valor
O militar que atuar no Plano Verão buscando uma renda extra receberá R$ 112,00 por diária. O valor está sem reajuste desde 2013, mas ainda é objeto de interesse dos policiais militares.

Alvo
Moradores do Bairro Margareth, em Nova Venécia, enviaram e-mails aos deputados estaduais, tendo como principal alvo Raquel Lessa. O pedido é que sejam angariados recursos para que a quadra do local seja reformada e que seja construída uma praça no terreno ao lado do que deveria ser um espaço para a prática de esportes, hoje abandonada, maltrapilha e maltratada.

Prepare-se
Os preços dos produtos vendidos nas praias do Brasil sofrem reajuste anualmente, seja com seca, enchente, raio ou trovão. Um exemplo clássico da praia, o coco, é vendido na Ilha de Guriri por R$ 5,00. No verão que passou podia ser encontrado a R$ 3,00.

Inflacionado
O produto sai das lavouras da região e passa por um processo de revenda e preparação até ser visto nas areias do litoral. O produtor rural vende o coco pelo valor de R$ 0,60 a R$ 0,75. Não adianta reclamar, senão o produtor fala pra quem tá insatisfeito, plantar, adubar, colher e levar ao seu destino final.

Mudança no Trânsito
Para os motoristas quem ainda não sabem, agora não é mais permitido subir a Rua Dr. Renato Araújo Maia, no Centro de Nova Venécia (no sentido da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes até a Igreja Matriz de São Marcos). Ali, agora, é via de mão única, somente para quem desce a ladeira. Há placas avisando, mas muitos motoristas ainda não perceberam…

Ajuste
Após a Prefeitura de Nova Venécia, outro órgão que terá que se mover para promover adaptação aos cadeirantes será a Prefeitura de São Gabriel da Palha no que tange à rodoviária local, que não possui acesso à classe.
A Associação de Pais e Amigos dos Surdos e Outras Deficiências (Apasod) ingressou com uma Ação Civil Pública contra a Prefeitura, que administra o local, no valor de R$ 1 milhão, referente aos dez anos de descumprimento da legislação federal.

Sorteio
No próximo sábado (30) acontece o sorteio do Natal Premiado, da CDL de Nova Venécia. Um Fiat Mobi 0 Km está entre os prêmios. A expectativa é enorme!

Sombra
A natureza contempla quem passa pela Rua Aparecida, no Bairro Margareth, em Nova Venécia, com a beleza de um pé de jaca que, além de oferecer um saboroso fruto, ainda guarda os seres com uma refrescante sombra. Nesses tempos de 40 graus, nada a reclamar…

Dureza
O IBGE acaba de divulgar uma pesquisa que aponta o Estado do Espírito Santo com nada menos do que 195 mil analfabetos entre pessoas de 15 anos ou mais. O número corresponde a uma taxa de 6,2% em todo o Estado.

Moleza
O Ministério Público do Estado (MPES) foi denunciado ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), por omissão sobre informações relativas ao auxílio-moradia pago a seus membros. A iniciativa partiu do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos do Espírito Santo (Sindipúblicos), que buscou tais informações junto ao MPES, que respondeu aos questionamentos apresentados.

Mamata
E por falar em auxílio-moradia, a turma da magistratura também gosta de receber os cerca de R$ 4. 377,73 que lhe são ofertados a tal título.

Quem?
Dos 343 juízes e desembargadores ativos do Poder Judiciário do Espírito Santo, apenas 24 (sendo oito desembargadores) não recebem o auxílio, o que corresponde a 7% dos magistrados. Mas na real a conta é ainda menor, pois desses 24, muitos são companheiros ou casados com outros magistrados, o que faz o valor chegar da mesma forma.

Exemplo
O juiz Maxon Wander Monteiro – que atua em Nova Venécia e é da terra – abriu mão de receber o auxílio por entender que mesmo sendo um direito, não se fazia necessário onerar ainda mais a já pesada folha que contempla o judiciário, já que possui residência no município.

Parabéns
O Ministério Público do Estado do Espirito Santo (MPES), denunciou os vereadores José Prata Filho e Euzeni Borges Soares Ker por crimes de improbidade administrativa em Mantenopólis.
Em primeira decisão, após aditamento dos promotores foi pelo afastamento cautelar imediato dos edis. A decisão foi tomada diante da possível utilização do cargo público de forma a atrapalhar a apuração dos fatos.

O Que É?
Segundo o MPES, na Ação de Improbidade Administrativa, Euzeni Borges cometeu diversos crimes no período em que foi presidente da Câmara entre 2013 e 2014. Entre eles, o desvio de dinheiro do Legislativo municipal e o uso particular do carro e de funcionários da Câmara. José Prata Filho foi denunciado por crime de prevaricação.

Pense
Entre a Lei e a Justiça, fique com a Justiça!
(AKCD)

COMPARTILHE

COMENTE