Bombeiros mantém esperança de salvar menino em poço na Espanha

DIÂMETRO do poço inviabiliza a descida de um profissional de resgate.

 

Os bombeiros que trabalham desde domingo no resgate de um menino de 2 anos que caiu em um profundo e estreito poço, no Sul da Espanha, mantém as esperanças de encontrar a criança viva. A hipótese é cada vez mais difícil, e a principal torcida é de que o pequeno tenha ficado preso perto de uma bolha de ar.

 

Segundo a família, o garoto caiu no poço não sinalizado enquanto brincava no terreno perto de onde seus pais almoçavam na serra de Totalán, na Andaluzia, por volta de 14h de domingo. As equipes concentram as buscas em um buraco de 25 centímetros de diâmetro e de cem metros de extensão. Por volta de meia-noite desta terça-feira, uma máquina pesada começou a ser usada para agilizar a retirada de terra, rocha e lodo da cavidade.

 

A tarefa — bastante complexa, segundo as autoridades — mantém os espanhóis em suspense. Como o diâmetro do poço inviabiliza a descida de um profissional de resgate até onde se acredita estar o menino, a Guarda Civil levantou três alternativas, segundo o jornal El País. Prevaleceu a opção de empregar a máquina e cavar mais rapidamente o buraco, com o cuidado de a estrutura do poço não ceder.

 

“Não se trata apenas de chegar ao lugar onde a criança está, mas também de preservar o espaço para realizar o resgate”, ressaltou a subdelegada do governo de Málaga, María Gámez, sobre o risco da operação.

 

O diário espanhol relata que os pais da criança, identificados como José e Victoria, acompanham a operação e “estão tranquilos”. Eles recebem apoio psicológico no local.

 

O poço foi aberto há poucas semanas, em tentativa sem sucesso de buscar água.

 

Na manhã desta terça-feira, os serviços de emergência da Andaluzia ressaltaram que o resgate continua, mas ainda não obteve qualquer novidade.

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here